Risco de avalanche deixa 13 mil turistas presos em cidade suíça

Cerca de 13 mil turistas estão impossibiltados de entrar e sair da cidade Zermatt, próxima ao famoso pico Matterhorn, na Suíça, devido a “grande perigo de avalanche”, informaram autoridades locais nesta terça-feira. Por medida de segurança, foram fechadas pistas de esqui, trilhas para caminhadas, teleféricos, estradas e serviço de trem. As pessoas estão isoladas na cidade há cerca de 15 horas.

De acordo com Janine Imesch, do escritório de turismo local, a eletricidade foi restaurada e a população está fora de risco, já que o acesso às pistas de esqui próximas e trilhas para caminhadas foram fechadas um dia antes. Imesch afirmou que “não há motivo algum para entrar em pânico, tudo está bem”.

“Todas as trilhas de caminhadas de inverno e a estação de esqui estão fechadas por agora – siga as instruções das autoridades, para que os trabalhos de limpeza possam ser realizados sem problemas, pedimos que permaneçam nos edifícios. Há a possibilidade de apagões. A chegada e a partida de zermatt não são possíveis neste momento”, afirma a página oficial do escritório de turismo de Zermatt no Facebook.

O site do escritório anteriormente indicava que as chegadas e partidas da cidade não eram possíveis. Ele observou uma “falta de energia em todo o território Zermatt” e aconselhou as pessoas a “ficar em casa” para não interromper as equipes de limpeza de neve, informa O Globo.

“Grande perigo de avalanche! Por favor note que a escola de esqui e todas as nossas aulas de esqui estão canceladas hoje! Fiquem em segurança!”, alertou uma escola de esqui em sua página na rede social.

09/01/2018

(Visited 6 times, 1 visits today)